quarta-feira, 13 de março de 2013

plasma

Vejo o evaporar dos dias.
Me sinto sonolento nas noites quentes.
Prevejo o inverno extremo.

Olho mais longe e vejo a solidão de tudo aquilo que existe
na escuridão não revelada,
ardendo para atingir a face visível da lua.

Se a Solidão existe,
não estou sozinho.
Há várias solidões espalhadas pelo cosmos.
E nossa solitude nos torna solidários.
E já não estou mais sozinho.

2 comentários:

Victor Martins (desabadevaneios.blogspot) disse...

"Tanta solidão no cosmo" pois é...Mas a solidão também pode puxar a solidariedade...na solidão que nos conhecemos e nos questionamos...abraço!

Leandro Torres disse...

O silêncio é um péríodo muito importante na nossa vida. temos que aprender com cada instante que a vida nos proporciona.